poema que aconteceu

22/07/2019

Nenhum desejo neste domingo
nenhum problema nesta vida
o mundo parou de repente
os homens ficaram calados
domingo sem fim nem começo.

A mão que escreve este poema
não sabe que está escrevendo
mas é possível que se soubesse
nem ligasse.

Carlos Drummond de Andrade

Anúncios

se é para o bem de todos

19/07/2019

se é para o bem de todos
e felicidade geral da nação
diga ao povo
que o rei é o novo bobo da corte

Nicolas Behr

dorothea lange

17/07/2019

Não é por acaso que um fotógrafo
se torna fotógrafo tal como
não é por acaso que um domador de leões
se torna um domador de leões.

(Acrescento:

tal como o fotógrafo é um domador
de acasos
não é raro que uma fotografia se desdome
em leão.)

Eucanaã Ferraz

o amor

15/07/2019

E o que é o amor
senão a pressa
da presa
em prender-se?

A pressa
da presa
em
perder-se

Ana Martins Marques

o deles

12/07/2019

os três
poderes
são
um só:

o deles

Nicolas Behr

diz-me, poeta

10/07/2019

Diz-me, poeta, o que fazes? — Eu canto.
Porém a morte e todo o desencanto,
como os suportas e aceitas? — Eu canto.
O inominado e o anônimo, no entanto,
como os consegues nomear? — Eu canto.
Que direito te faz, em qualquer canto,
máscara ou veste, ser veraz? — Eu canto.
Como o silêncio dos astros e o espanto
dos raios te conhecem?: — Porque eu canto.

Rainer Maria Rilke

jardim inglês

08/07/2019

Aprendi que tudo o que vive
tudo o que cresce
vive e cresce
contra o cálculo

desde então
alamedas amplas me dividem
não exatamente
ao meio

Ana Martins Marques

vozes do cerrado

05/07/2019

brasília, brasília,
onde estás
que não respondes?!

em que bloco,
em que superquadra
tu te escondes?

Nicolas Behr

o poeta e seu leitor

03/07/2019

Releio amado poeta
e não reencontro o que li.

Sem dúvida: é o mesmo livro
que tanto li e reli.

Onde as graves emoções
em que outrora me perdi,

os densos sopros de alma
em que chorei ou sorri?

Por mais que releia o livro,
não vejo o que vi ali.

Terá mudado o poeta,
ou me enganei no que li?

Não, não mudou o poeta,
nem me enganei no que li

na voz serena dos versos
em que chorei ou sorri:

é que o leitor do poeta
foi um que em mim já perdi.

Ruy Espinheira Filho

uma borboleta

01/07/2019

Durante um passeio pela serra,
sem que nada o fizesse prever,
atiraste-me à cara astutamente
uma borboleta.

Em verdade te digo
que as Confissões de Santo Agostinho
lidas de cabo a rabo não teriam
tido efeito tão demolidor.

Uma simples borboleta, quem diria?
E passa a gente metade da vida
a procurar sentido para a outra metade –

quando do que precisamos, afinal,
para tudo entender e pôr no sítio,
é apenas de uma boa borboleta
quotidiana.

António Manoel Pires Cabral