monossilábico

Permiti, Ó Senhor, que hoje eu seja monossilábico!
Ontem despejei uma catadupa de resmungos sobre um tonto e uma criança.
Hoje, permite-me ser monossilábico… um amigo
        afetuoso dos velhinhos que lavam os raios do sol nos dedos e
        se regalam com seus relógios morosos.

Carl Sandburg

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: