outurvo/vii

neste momento
os esgares pulsam:
         as mãos      desfeitas
         de gesto
                           percebem
em cada ruga
         a fotografia
dos anos que passam

o mesmo assunto
para o mesmo
                            e triste
         dilema

por fim
pergunto:

como oferecer-vos
um poema?

Iacyr Anderson Freitas

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: