a lua

A lua tem dois lados
O lado que vemos
E o lado que desejamos ver

De um lado tem Jorge
Ogum guerreiro passeando
Num mar de tranqüilidade
Com as botas astronautas

Do outro lado é onde
Reside o mel da sedução
O possível paraíso
O porto inseguro do amor

É lá que você está
E para lá que quero ir.

A lua do espelho

E se de repente eu me perder
Nos ermos de seu corpo
E esquecer que te prometi
A lua?

E se de repente eu quebrar
O espelho e te vir
Transparente e nua?

Ronald Claver

 

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: