esvazia, e permanecerás repleto

No prato em branco
falanges de arroz seguem
em formação cerrada
como peregrinos no Kailash

o tigre sai do ninho
para ver as pedras que rezam

meu garfo perfura a rocha pelo flanco
e me sacio com seus corpos

não há coisa melhor

Maira Parula

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: