moirão

Há limo nos meus olhos
– o limo da tarde –
quando o rio se evapora
em branco véu de adeus
por sobre a ilha.

O tempo e o desengano
na umidade de ser
quebram lágrimas
no moirão do olhar.

Há limo e neblina nos meus olhos.

Lilia Silvestre Chaves

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: