Archive for the ‘Carl Sandburg’ Category

a grade

01/04/2011

E foi concluída a casa de pedra fronteira ao lago e os trabalhadores
estão começando a grade.
A estacada é de varetas de ferro com pontas de aço, capazes de tirar
a vida de quem se derreie sobre elas.
Como grade é uma obra-prima e sempre bloqueará os passos da ralé,
dos vagabundos, dos famintos e de todos os garotos que andam
à cata de um lugar para brincar.
Por entre as barras e por sobre as pontas de aço nada pode passar,
a não ser a Morte, a Chuva e o dia de Amanhã.

Carl Sandburg

Anúncios

monossilábico

11/02/2011

Permiti, Ó Senhor, que hoje eu seja monossilábico!
Ontem despejei uma catadupa de resmungos sobre um tonto e uma criança.
Hoje, permite-me ser monossilábico… um amigo
        afetuoso dos velhinhos que lavam os raios do sol nos dedos e
        se regalam com seus relógios morosos.

Carl Sandburg