Archive for the ‘Fábio Sexugi’ Category

côncavo

12/10/2009

Tem quem viva mesmo morto
Há porém quem viva lúgubre

Tem quem ande mesmo torto
Há também quem cresça ínfimo

Pois se há quem vença sem conforto
Também tem quem nasça póstumo

E embora encontrem mesmo porto
quase não há quem mude o hábito

Fábio Sexugi

Publicado em 09/10/09

Anúncios

ao estudante anônimo

04/09/2009

Liberdade é poesia
que não se desvia
das muralhas

Liberdade ultrapassa
Tanques brutos da praça
Represálias

                       Liberdade é música
                    que vai além da letra
                                           escrita
                                         berrada
                                           mortal:
   Manifesto silencioso da verdade
                    Genuína paz celestial

Fábio Sexugi

xícara

11/08/2009

xícara_fábio sexugi_pr

Fábio Sexugi

Lançado em 10/08/2009