Archive for the ‘Helena Kolody’ Category

a lágrima

01/06/2020

Oh! lágrima cristalina,
Tão salgada e pequenina,
Quanta dor tu não redimes!
Mesmo feita de amargura,
És tão sublime, tão pura
Que só virtudes
exprimes

Ao coração torturado,
pela saudade magoado
Pelo destino cruel,
Tu és a pérola linda
do rosário que não finda,
Feita de tortura e fel.

Helena Kolody

desafio

14/08/2015

via bloqueada
instiga o teimoso viajante
a abrir nova estrada.

Helena Kolody

depois

28/03/2011

Da estátua de areia
nada restará
depois da maré cheia.

Helena Kolody