Archive for the ‘João Gimenez’ Category

um sonho

05/02/2021

era poeta de reaver [belas]
noites de amor que deixara
amanhecer, sem vivê-las

a escrever, às centelhas,
o que a ele só se revelara
na vida outra das estrelas

um sonho: de singelas
haverem existido… sem
um dia [perdido] tê-las

João Gimenez

silêncios

06/01/2020

inerte, escrevo
tomado da estridência
dos meus silêncios…

João Gimenez

nós e laços

16/09/2019

o
abraço
desatou

os nós…

e os nós
viraram
laços

João Gimenez

naufrágio

08/03/2019

esses mares
medonhos…

qual
tormenta

naufragou
os sonhos?

João Gimenez

passado

10/04/2017

Belas manhãs…
Só havia floridas!

A borboleta
beijava as rosas

e o beija-flor,
as margaridas.

Belas manhãs…
Só as via floridas!

João Gimenez

saber e prazer

17/04/2015

[Saber]

Nada é mais
Ao mesmo tempo

Tão pretenso
E tão capaz!

[Prazer]

Nada é mais
Ao mesmo tempo

Tão intenso
E tão fugaz!

João Gimenez

inverno

04/08/2014

A florada dos ipês,
Quando nem se espera,

Surge entre as galhas
Secas… Desnudas.

Emoldura a tristeza
De sonhos e quimera…

E faz a vida renovada
Antes da primavera!

João Gimenez

florescência

20/09/2013

Quero estar bem ali
Junto das árvores.

Onde as cigarras
ensaiam a sinfonia!

Para espiar meu Criador
Cobrindo a nudez do tempo.

Com suas vestes bonitas
De cores primaveris.

João Gimenez