Archive for the ‘Maiakóvski’ Category

meu maio

03/05/2021

A todos
Que saíram às ruas
De corpo-máquina cansado,
A todos
Que imploram feriado
Às costas que a terra extenua –
Primeiro de Maio!
Meu mundo, em primaveras,
Derrete a neve com sol gaio.
Sou operário –
Este é o meu maio!
Sou camponês – Este é o meu mês.
Sou ferro –
Eis o maio que eu quero!
Sou terra –
O maio é minha era!

Maiakóvski

sol

30/01/2015

brilhar pra sempre
brilhar como um farol
brilhar com brilho eterno
gente é pra brilhar
que     tudo     mais
vá pro inferno
este
é o meu slogan
e o do sol

Maiakóvski
(tradução de Augusto de Campos)

e então, que quereis?…

19/03/2012

Fiz ranger as folhas de jornal
abrindo-lhes as pálpebras piscantes.
E logo
de cada fronteira distante
subiu um cheiro de pólvora
perseguindo-me até em casa.
Nestes últimos vinte anos
nada de novo há
no rugir das tempestades.

Não estamos alegres,
é certo,
mas também por que razão
haveríamos de ficar tristes?
O mar da história
é agitado.
As ameaças
e as guerras
havemos de atravessá-las,
rompê-las ao meio,
cortando-as
como uma quilha corta
as ondas. 

Maiakóvski