Archive for the ‘Ronaldo José Guimarães’ Category

qualquer dia

14/04/2017

Um dia não termina ao suspiro de um relógio.
Em todos os dias constroem-se janelas na vida.

Às vezes debruço dentro de mim a olhar o passado.
Dias em que esqueço em que tempo estou.

Quantas janelas teremos de fechar para valer olhar
apenas os dias em que realmente estamos?

Relógios mal varrem o tempo exterior.
Pois é o único tempo que anda.

Ronaldo José Guimarães

confiança

14/09/2009

Mentem as sombras,
por serem sombras.

Sentei-me ao chão para ouvir o som das tribos.
Sons que não se ouvem de pé.

Algumas raízes
são maiores que suas folhas ao céu.

Quando os muros trincam
já não existem passeios.

Voltamos aos caminhos.

Ronaldo José Guimarães