Archive for the ‘Roseana Murray’ Category

desamparo

02/03/2015

quando a poesia me desabita
e as palavras fogem
pássaros estarrecidos
e a luz oculta das coisas
se esvai
um trem que a noite engole
quando não há deuses nem estrelas
nada que seja diáfano
ligando as coisas
só o coração da terra
pulsando grave e amedrontador
quando isso acontece
me sinto desamparada

Roseana Murray

Anúncios

tudo já foi dito

17/02/2010

calma tudo já foi dito
há um milhão de anos atrás
nas pinturas rupestres das ânforas
no veludo das harpas nos papiros
tudo já foi dito no primeiro canto
mas pode dizer de novo
do brilho dessa estrela
que carregas com cuidado
ocupando muito espaço
e que dói e te ameaça
pele escondida dentro da pele
pérola engolida em segredo

Roseana Murray

lamparina

25/10/2009

Mais do que promessa de luz
Ardendo secreta
Lamparina de quebrar a noite
Geografia oculta de água
E cristal
Poesia é pano de forrar
A alma
No meio do vendaval

Roseana Murray

Lançado em 23/10/2009