marcador de páginas

24/05/2021

fiel amigo sinaleiro
nas folhas adormecidas
a marcar recomeços
a parcelar narrativas,
nenhum herói ou vilão
ofusca nem o diminui
sem ciúmes, sem pressa
o marcador é saltimbanco
na intimidade da leitura

Luiz Cláudio de Paulo

sábado de princesa

21/05/2021

sem papo. sem pique. sem caco. sem truque.
sem sinos. sem manha. sem tino. sem muque.
só kiss. só sol. só bliss. no máximo um blues.

Ledusha Spinardi

teologia

19/05/2021

A minhoca cavoca que cavoca.
Ouvira falar da grande luz, o Sol.
Mas quando põe a cabeça de fora,
a Mão a segura e a enfia no anzol.

José Paulo Paes

18.05.1961

17/05/2021

Nasci num lugar pobre,
onde o hospital era longe,
onde era longe a estrada
e os anjos não conheciam:

Nasci mês de maio, azul
de tardes macias,
de pai José,
mãe Maria.

Batizaram-me: Terra Prometida.
Terra pobre, onde a felicidade passa
longe, mas daqui eu a vejo
e todo o meu corpo brilha.

Eucanaã Ferraz

borboleta

14/05/2021

Mal saíra do casulo
para mostrar ao sol
o esplendor de suas asas
um pé distraído a pisou.

(A visão da beleza
dura um só instante
inesquecível.)

José Paulo Paes

noturno de itabira

12/05/2021

Teus heróis já estão mortos:
nada te resta senão a traça
roendo a memória:

Nesta hora tardia, o príncipe
com o fio da espada acorda o relógio.
Mas o tempo não marca as estações,
nem para o trem na curva
onde há pouco esperavas
chegar o amor.

Não te consolam carros velozes,
a fórmula-um do pirlimpimpim,
o zepelim (corrida sem prêmios
nas pista esfalfada).

Nem te consola a doce carícia
de tua íssima amante.
Os heróis mortos: cisnes, fadas,
lobos. Famintas galinhas
barganham o ouro do ventre
por um prato de feijão-tropeiro.

A noite é profunda; mole e lenta
move-se a lesma
sobre a resma de papel
em que recolhes
teu último poema.

Márcio Sampaio

oceano

10/05/2021

Todos veem uma gota
de água no oceano
mas poucos o oceano
numa gota de água

Kabir

repara bem

07/05/2021

repara bem:

uma flor
pisoteada
crescendo
no cantinho
da calçada,

não é uma flor:

é coragem

Victor H. Machado

a gota

05/05/2021

A
Gota
Alíquota
De água líquida
Em formato peculiar
Fruto da ação gravitacional
Das forças de tensão superficial
Vapor de água, partículas discretas
Condensada pela pressão atmosférica
Precipita, semeando vida, homérica
Brota no chão esperança concreta
Ciclicamente, absorvendo energia
Agita-se, rompe a interação
Aumenta a entropia
Evaporação

Wilmo Francisco Jr.

meu maio

03/05/2021

A todos
Que saíram às ruas
De corpo-máquina cansado,
A todos
Que imploram feriado
Às costas que a terra extenua –
Primeiro de Maio!
Meu mundo, em primaveras,
Derrete a neve com sol gaio.
Sou operário –
Este é o meu maio!
Sou camponês – Este é o meu mês.
Sou ferro –
Eis o maio que eu quero!
Sou terra –
O maio é minha era!

Maiakóvski